terça-feira, 4 de outubro de 2011

Filhotes de gambá

Essa manhã, como em todas as demais, eu fui olhar o jardim de ervas medicinais que estou cultivando no quintal e me deparei com uma situação bastante complicada.
Tinha uma gambá, mas não desses gambás pretos com listra branca que vemos na tv, era uma gambá com pêlos dourados e pretos e rabo careca. Estava morta bem no meu jardim medicinal, e sem marcas nem ferimentos, ou seja, não foi morta por um cachorro ou outro animal. Mas o que mexeu mesmo comigo, é que haviam 4 filhotes recém-nascidos em sua bolsa.
Tirei os filhotes da bolsa, coloquei numa caixa de papelão, cobri com uma camiseta velha do Vini e tentei dar leite pra eles, mas não deu muito certo, porque eles são novinhos demais e muito pequenos.
Então minha irmã sugeriu que levássemos eles para o zoológico aqui de Guarulhos e fizemos isso.
Lá no zoológico os biólogos disseram que isso é muito normal e nessa época do ano acontece bastante.
Ficaria com o coração mais tranquilo se pudesse cuidar deles eu mesmo, mas tenho certeza que o zoológico de Guarulhos vai cuidar bem deles e em pouco tempo eles estarão de volta na natureza.

(Na correria acabei esquecendo de tirar umas fotos)
Postar um comentário

Entrando em forma

Nunca fui um atleta. Sempre fui uma pessoa que usa muito mais a mente do que o corpo. Desde os tempos de escola que nunca me dei muito com...