quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Cessar fogo!


Um dia depois do nosso desentendimento, com as cabeças mais frias, conversei com ela e acabamos resolvendo que ninguém iria se favorecer com mais uma briga, e que o melhor para todos seria levantarmos a bandeira branca o mais cedo possível e passar por cima desde último incidente.
Sendo assim, meu filho já voltou a ir para a escola, e a dormir comigo também..

É isso que todos nós queremos em nossas vidas: PAZ!

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Meu amor é minha única fraqueza

As coisas estavam indo bem. Eu batalhei bastante mas nos últimos meses, estavamos vivendo em relativa paz, com o Vinicius podendo ir e vir e ficar onde ele quisesse. Pois no meu ponto de vista, nenhuma outra solução faz mais sentido, já que atualmente somos vizinhos.
Mas noite passada, só porque ela descobriu que eu ganhei a Mônica, ela ficou fora de si e resolveu, mais uma vez, colocar o Vinicius no meio da sua loucura, usando ele para me atingir.
Assim que eu cheguei na casa dela, ele veio correndo querendo ir pra casa comigo, mas ela impediu, segurando ele com força, enquanto ele se debatia querendo sair. Eu segurei ela para que ele pudesse se libertar, mas ela mandou seu filho mais velho segurar ele. Não preciso dizer o quanto isso me esquentou o sangue. Ver aquele maloqueiro segurando meu filho.. E pra completar ela me deu uma cabeçada da boca, o que me deixou ainda mais nervoso.
Para não fazer uma besteira, eu saí e pedi para minha família me ajudar, pois se eu tivesse que resolver sozinho, a coisa poderia ficar muito feia. Então ela trancou a porta por fora e pegou uma faca. A mãe dela tentou impedí-la, e acabou cortando a mão. Ela machucou meu pai também, e a situação só não ficou pior porque eu resolvi que seguir com aquilo só iria prejudicar ainda mais meu filho.
Chamamos a polícia, mas eles não puderam fazer nada. Ficaram do meu lado, mas disseram que a justiça não poderia ajudar.
O processo pela guarda definitiva do Vini dura mais de um ano já, e o processo não evoluiu nada desde o início.
Depois de algumas horas eu voltei lá, e coloquei meu filho pra dormir..

Agora, no dia seguinte, ela está impedindo meu filho de sair de casa. Ele chora querendo vir comigo, mas ela está impedindo. Isso machuca demais. Ela impediu ele de ir pra escola hoje! A justiça não pode me ajudar, mas eu sei que se eu resolver as coisas do meu jeito aí a justiça certamente vai interferir e vir contra mim, então prefiro usar a estratégia e a inteligência. Só espero que ele entenda e me perdoe. Não sou fraco, mas o amor que eu sinto por ele é minha única fraqueza, e ela vai usar isso contra mim até quando puder.

Ela não aceita nossa separação.

Ela não trabalha e não faz nada da vida. Passa o dia todo em casa e por isso minha felicidade incomoda tanto, já que ela não tem uma vida. Por isso não consegue me esquecer e deixar isso passar.
Estamos separados a mais de um ano e ela ainda vive minha vida ao invés de ter uma vida pra ela. E isso só não me incomoda, mas usar meu filho dessa maneira, isso sim me deixa muito mal..

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

A empresa

Nos últimos meses tenho me dedicado quase que inteiramente à empresa. Não fosse pelo Vinicius me trazer de volta, eu passaria todo o tempo trabalhando. Passo grande parte do tempo desenvolvendo, outra parte planejando, criando manuais, pensando em estratégias, analisando as propostas. Tem sido intenso, e sinto que em breve as coisas vão mudar radicalmente para melhor, e todo o trabalho e esforço que estamos tendo será recompensado.
Nas últimas semanas estive implantando o DSoft Delivery, aquele sistema que eu sempre quis desenvolver, e em meados de 2008 comecei a criar, em uma rede de lojas de móveis e eletrodomésticos no interior do estado.
Passei uns dias em Jacupiranga, e passei também por Cananéia. Apesar de ser uma experiência extremamente válida e gratificante, e meio que como a realização de um sonho, nesse tempo que fiquei fora, que foram praticamente 5 dias, senti muita saudade do Vinicius. Senti saudades de toda minha família, é claro, mas principalmente do Vinicius.
Hoje estou trabalhando sozinho, não tenho ainda com quem dividir a carga e nem as recompensas, mas espero que muito em breve eu mesmo seja apenas uma peça na empresa, pois quero vê-la grande e poderosa, dominando o mercado com meus sistemas que estão sendo planejados e desenvolvidos com muito carinho e inteligência por mim agora.

Mesago.me

Eu estava pensando nessa necessidade que temos de nos comunicar, e em como isso se tornou mais simples com a tecnologia. Contudo, apesar da...