quarta-feira, 27 de junho de 2012

Voltar no tempo

Sabe aqueles momentos em nossas vidas, em que olhamos pra trás e sentimos vontade de poder voltar no tempo? Voltar a ser criança e ter menos responsabilidade, ou poder aproveitar melhor as oportunidades?
Sempre pensei muito nisso, não porque acredito que possa voltar (já pensei nisso), mas para poder aproveitar melhor o tempo que ainda temos, e as oportunidades que podem surgir.
Com essa mentalidade que me tornei o homem teimoso e despreocupado que sou hoje. Eu faço o máximo para aproveitar as oportunidades que surgem para que eu não venha a me arrepender depois. E tem funcionado muito bem para mim.
Mas, hoje, eu não gostaria de voltar no tempo, porque estou vivendo a melhor fase da minha vida, e não tem nada que eu pudesse ter feito diferente para tornar minha vida melhor do que está agora.
Talvez um dia eu olhe para trás e queira voltar a viver essa fase novamente, ou, e eu espero que seja assim, eu vou viver sempre plenamente feliz como estou agora.


Minha família sempre bem, e comigo em tudo. Meu filho lindo, forte e feliz, e a mulher que eu amo, o amor que eu sempre sonhei. Só quero poder viver essa felicidade para sempre...

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Organizando o quarto

Não podia ser melhor, porque já é perfeito!
Ainda tenho a sensação gostosa de que minha vida é um sonho, porque é perfeita demais em todos os sentidos.
É incrível, e talvez seja irritante para as outras pessoas, ver como as coisas se encaixam perfeitamente na minha vida, e como tudo acontece da maneira mais perfeita pra mim.
Eu olho pra Ângela lá, na minha casa, com minha família, e me lembro que eu falava para meus pais que eu já podia ver isso no futuro, e agora que é real, é presente, não conheço palavras pra expressar o que eu sinto.
Esse final-de-semana montamos nosso guarda-roupas novo, e enfim o quarto está organizado.
No sábado fomos pra festa junina em Mairiporã, na casa do meu tio João. Foi bem legal encontrar alguns parentes, e a maioria Ângela ainda não conhecia pessoalmente.
Vinicius adora brincar com as priminhas, Júlia e Milena, e Heloísa e Bianca também foram.
Estava frio demais, e a fogueira só serviu pra fazer fumaça e deixar todo mundo cheirando à queimado e com os olhos ardendo.
No domingo passamos o dia em casa arrumando e organizando o quarto. Saímos pra almoçar fora, no Giraffa´s do Maia e comprar cabides no Extra. Paramos na America Express pra comprar chocolates e tomamos sorvete lá no estacionamento.
Passamos o resto da tarde sem fazer nada demais, só aproveitando nossa compania, e é maravilhoso. Eu nunca me canso de dizer pra ela o quanto eu a amo, de todas as formas que eu consigo imaginar...


quinta-feira, 21 de junho de 2012

Dois meses

Os últimos meses têm sido absolutamente perfeitos. É maravilhoso viver o que sonhamos, e saber que fizemos a coisa certa. É maravilhoso ter a sensação de que nada nos falta.
Desde o primeiro segundo olhando nos olhos dela, que eu sei o que eu quero, e eu nunca duvidei, mas ainda assim, confesso que tive medo, e sofri muito longe dela. Mas agora, tudo está perfeito.
Dois meses, e eu nem me lembro de como é viver sem ela. É muito fácil se acostumar às coisas boas. E dormir e acordar ao lado da mulher que eu amo, é muito mais do que bom, é simplesmente maravilhoso, perfeito.
Conversamos muito, brincamos, brigamos, mas o importante é que cada momento em que estou ao lado dela eu sou feliz.
Eu sempre soube o quanto seria maravilhoso viver esse amor, mas agora que ela também percebe isso, tudo fica ainda mais maravilhoso.
Saber que nos amamos é bom, mas ver ela dizendo que me ama é indescritível. É a melhor sensação que eu posso sentir nessa vida.
Dois meses de muitos meses e anos que teremos juntos pela frente.


segunda-feira, 4 de junho de 2012

Aventura no final-de-semana

Passamos o sábado inteiro em casa sem fazer nada, só curtindo a felicidade de ter tudo que eu preciso comigo, e a manhã de domingo também, curtindo nossa preguiça. Depois do almoço Vinicius convenceu Heloísa, Ângela e eu a irmos no morro curtir uma aventura.
A subida foi legal, tirando o mato alto pinicando os pés e as canelas deles, quando chegamos lá no alto, estavam todos cansados e suados.
A vista é linda e faz a subida valer a pena.

Mesago.me

Eu estava pensando nessa necessidade que temos de nos comunicar, e em como isso se tornou mais simples com a tecnologia. Contudo, apesar da...