segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Batizado do Victor


Neste domingo (ontem) tivemos o batizado do Vitinho na igreja católica. Foi meu dia de contradições, e eu fiz tudo o que eu geralmente não faço, indo à igreja, bebendo cerveja e comento churrasco.
Apesar de ver o batismo como um evento puramente social, foi uma cerimônia legal. O padre é extremamente teatral, e não foi fácil segurar as risadas, sobretudo no momento em que ele disse que quem não acredita no que o ritual representa podia sair da igreja e minha irmã me segurou instintivamente.
Os padrinhos do Victor são minha irmã do meio, a Juliana e o irmão mais velho da Ângela, o Ronei. Arnaldo e Heloísa foram também, assim como os pais da Ângela.
Victor estava lindo demais, todo vestido de branco e com o cabelo penteado como o meu, com um topete meio moicano.

O batizado foi bem de manhã, e saindo da igreja fomos para casa para os preparativos do almoço. Convidamos poucas pessoas, mas menos ainda vieram. E foi a primeira vez aqui em casa da mãe da Ângela e dos tios Cido e Sandra dela.
Meu pai que estava há 3 dias sem dormir direito, por conta do velório do meu tio João no sábado, levantou para fazer o churrasco e foi dormir.
Choveu um pouco a tarde mas ficamos na varanda bebendo cerveja, comendo churrasco e conversando e foi bel legal.



Mesago.me

Eu estava pensando nessa necessidade que temos de nos comunicar, e em como isso se tornou mais simples com a tecnologia. Contudo, apesar da...