Carnaval

Conforme o planejado, passei o feriado de carnaval em casa, lendo.
Vinicius esteve comendo pouco, mas isso não fez com que sua energia diminuísse, e ele passou a maior parte do tempo na piscina, mesmo quando sozinho. Já que eu, não estava com pique para nada além de ficar sozinho lendo num canto, ou trocando SMS com ela.
Durante todo o feriado eu não a vi. Sua família, em mais uma tentativa de fazer ela me esquecer, foi passar o feriado em um sítio no interior. O que não me agradou nem um pouco. Ficar tanto tempo longe dela está me machucando demais, e me fazendo sentir coisas que eu não deveria sentir, como saudades e ciúmes, insegurança.
Nosso amor tem sido duramente testado e colocado à prova, mas, mesmo depois de termos completado 3 meses desse amor, as coisas só têm ficado mais fortes. Cada dúvida que se levanta fortalece mais minha certeza, e eu sinto que o mesmo acontece com ela.
Eu nunca cheguei a pensar em desistir, não tenho forças para isso. Mas sei que ela teve todas as chances de desistir, e não o fez. Pelo contrário, tem enfrentado a todos, até mesmo sua família, pelo que ela sente, pelo que ela acredita. E assim como eu, ela acredita que nosso amor é a coisa certa para nós dois.
Pode ser que, no geral, surdos devam se relacionar com surdos, mas no nosso caso, isso não nos afeta nem um pouco. Eu a amo exatamente como ela é, e não mudaria nada nela. E aprender sua linguagem não chegou a ser um desafio.
Pode ser que, para a maioria das pessoas, 13 anos de diferença, pode ser um abismo grande demais para que um relacionamento funcione, mas no nosso caso, isso não significa nada. Pois eu posso ser ainda mais adolescente do que ela, e muitas vezes ela se mostra mais madura do que eu.
Nosso caso não é a regra, não é comum, mas é mágico, e é perfeitamente certo para nós dois.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Lobo rosnando - Desenho à lápis

Direita ou esquerda?