segunda-feira, 13 de abril de 2009

Chaves perdidas

Na última terça-feira, quando eu estava me preparando para sair do escritório, passei a mão pelo bolso para verificar as chaves e senti um calafrio: As chaves do carro não estavam no meu bolso!
Tenho essa mania de sempre verificar as chaves, porque em meu coração eu sentia que um dai as perderia, e esse dia chegou.
Vasculhei todo o escritório, revirei minha mesa, liguei para o meu sócio para saber se ele não havia levado minhas chaves por engano, procurei no banheiro, e nada!
Fui até o carro e fiquei procurando pela calçada, embaixo do carro, na vala, e nada de chaves.
Foi então que tive uma visão. Eu 'vi' as chaves no chão e 'vi' que alguém as pegava. No mesmo instante eu despertei do transe e então meu desespero aumentou de modo que eu comecei a transpirar.
De tudo o que poderia ter acontecido, alguém tê-las levado era o pior que poderia ter acontecido!
Então, por desespero, eu re-vasculhei todo o escritório e voltei para o banheiro. Me deu vontade de chorar, então eu rezei: "Deus, coloque minhas chaves de volta em minhas mãos!".
Então eu saí do banheiro e fui em direção à entrada do escritório.
Tinha uma mulher. Ela me olhou e perguntou: "-Essas chaves são suas?".
Eu só consegui dizer: "-Graças a Deus! E muito obrigado!". Antes que ela saísse e fosse embora.
Postar um comentário

Sítio família fim de ano 2017

Já fazem alguns anos que nós, alguns membros mais próximos da família, nos reunimos todo final de ano em algum sítio que alugamos. Passa...